Nossa História

Madre Antonieta Della Casa, sucessora de Madre Cabrini, na sua primeira visita ao Brasil decidiu transferir o internato da Rua Consolação para um local mais tranquilo e a 20 de fevereiro de 1925 assinou o compromisso de compra da Chácara da Vila Mariana, pertencente ao farmacêutico Joaquim Ribeiro e deu, como sinal, a soma, bastante alta na época, de 200 contos de réis.

O terreno de trinta mil metros quadrados era um maravilhoso parque, primorosamente cuidado, com cultivo inclusive de plantas medicinais. A casa familiar, bastante ampla, com dois andares, prestava-se bem para as 40 alunas internas transferidas da Rua Consolação.

A abertura oficial do Colégio deu-se a 6 de março de 1926, com a bênção do Arcebispo Dom Duarte Leopoldo e Silva. Logo o Estabelecimento se impôs. Urgia um novo prédio, que oferecesse melhores condições ao número sempre crescente de alunas. Muito se planejou sobre a construção do novo Colégio, até que, a 12 de janeiro de 1949, foi aprovada a planta do majestoso edifício e a 26 de abril foi dado início à construção do pavilhão das classes. Era então Superiora Madre Rita Coppaloni e Diretora, Madre Lúcia Víctor Rodrigues. A humilde escola antiga com seus pavilhões dispersos pelo parque continuou suas atividades, circundada pelas estruturas arquitetônicas que a 19 de março de 1950 teve o lançamento da primeira pedra do Santuário Madre Cabrini, anexo ao Colégio.

A 15 de agosto de 1953 foi celebrado o 50º aniversário da primeira missão cabriniana no Brasil. Como marco histórico foi erguida no pátio do Colégio a estátua da Santa Madre, em tamanho natural, oferta das alunas Dirce e Darcy Musseti.

O Colégio, que já se tornou um dos mais conhecidos da grande São Paulo, recebe alunas e alunos que têm sabido honrá-lo pela cultura e pelo caráter formado nos princípios cristãos.
Rua Madre Cabrini, 36 - 04020-000 - Vila Mariana - São Paulo/SP | Tel.: 11 5904-1150